Bem que gostaríamos de estar nos preparando para uma Maratona, não é mesmo?

Boa recuperação é essencial para que você possa correr cada vez e mais e sem lesões.

Quanto maior o nível esforço o atleta é submetido melhor terá que ser o processo de recuperação para que não hajam consequências do esforço feito e mais rápido ele possa voltar a prática esportiva.

Sem sombra de dúvidas, o sono e descanso é a forma mais eficaz de recuperação.

O sono de qualidade provê ao corpo elementos necessários para regeneração tecidual.

Começar um novo ciclo de maratona ou mesmo uma nova semana de treinos ainda com a sensação de cansaço pode ser um indicativo de lesões.

Nos últimos anos várias formas de acelerar o processo de recuperação foram aprimorados ou desenvolvidos.

Muito desta evolução é um legado gerado pelo desenvolvimento das competições de crossfit espalhadas pelo mundo onde deixar o atleta apto a competir em intervalos curtos é uma necessidade absoluta.

As milenares técnicas de massagem ganharam novos formatos e incrementos.

A modalidade de massagem mais utilizada é a massagem esportiva onde são aplicados movimentos profundos no sentido das fibras musculares podendo ou não serem intercalados com recursos térmicos e óleos especiais.

A massagem esportiva geralmente é agressiva e não deve ser realizada no pré competição e sim após períodos de esforço.

As massagens relaxantes sempre terão espaço também no processo de recuperação devido a sensação de bem estar causados por elas. As massagens de liberação ou inibição miofasciais tem papel importantíssimo não só na recuperação mas também na prevenção de lesões.

O uso de botas de compressão pneumáticas tem sido cada vez mais visto em clinicas de fisioterapia e espaços de recuperação. Essas botas, através de um aumento e diminuição de pressão cíclicos, causam uma massagem vascular e muscular ajudando assim no processo de relaxamento e recuperação muscular.

Os recursos térmicos continuam sendo formas bastante utilizadas de recuperação muscular. O uso de contraste quente e frio alternado promove uma massagem vascular e sensação de relaxamento que costumam ter um apelo muito positivo entre os atletas.

Modalidades como ventosaterapia, uso de pedras quentes e óleos aromatidos, agulhamento seco, eletroterapia também são utilizados na recuperação.

Alguns com validade científica mais ou menos questionável outros com pouca aprovação entre os próprios atletas. Você pode encontrar essas formas entre a preferência de terapeutas e corredores.

Uma medida simples, barata e eficaz de recuperação é o chamado descanso ativo. Consiste em você fazer de maneira suave alguma atividade aeróbica.

Uma boa dica é utilizar uma atividade que utilize musculatura diferente do esporte principal.

No caso do maratonista, a natação seria uma boa forma de descanso ativo.

Você já conhecia todas essas formas de recuperação? Quais utiliza ou quais vai passar a utilizar quando as maratonas voltarem?

AUTOR

Fisioterapeuta, professor, maratonista e especialista em Fisioterapia Esportiva e Ortopédica. Através do Correr sem Lesão, Alexandre percebeu a necessidade de muitas pessoas em ter acesso a um conhecimento mais aprofundado sobre prevenção de lesões – algo que pudesse ajudar na preparação para provas e com baixo custo. Um conteúdo online embasado cientificamente no que há de mais recente no mercado, aliado à experiência de 20 anos de prática profissional e 18 maratonas para quem quer conduzir melhor os treinos de acordo com o objetivo pessoal.

ALEXANDRE ROSA

Horário de Funcionamento

Seg a Sex

8h às 18h

Estamos em busca de corredores que querem aprender como é possível Correr Sem Lesão. Juntos vamos formar uma comunidade de corredores de todo o Brasil que prezam por alta performance e vida saudável!

Nada pior para o corredor do que uma lesão!

Leia também: Vamos falar de Recuperação na Corrida?

Ler artigo agora